Últimas Resenhas

[Resenha] A febre do amanhecer - Péter Gárdos

26 abril 2017

Título: A febre do amanhecer 
Subtítulo: Uma história de amor depois da tragédia da guerra.
Gênero: Romance 
Autor: Péter Gárdos
Editora: Companhia das Letras 
Páginas: 248
Ano: 2017

Resenha postada em parceria com o Blog Quem lê, sabe porquê


Sinopse:
Julho de 1945. Miklos é um jovem húngaro de 25 anos que sobreviveu ao campo de concentração e foi levado para a Suécia para recuperar a saúde. Mas logo os médicos o desenganam: ele tem os pulmões comprometidos e conta com poucos meses de vida. Miklos, porém, tem outros planos. Ele não sobreviveu à guerra para morrer num hospital. Após descobrir o nome de 117 jovens húngaras que também se encontram em recuperação na Suécia, ele escreve uma carta a cada. Uma delas, ele tem certeza, se tornará sua esposa. Em outra parte do país, Lili lê a carta de Miklos e decide responder. Pelos próximos meses, os dois se entregam a uma correspondência divertida, inusitada, cheia de esperança. Baseado na história real dos pais do autor, A febre do amanhecer é um romance vibrante e inspirador sobre a vontade de amar e o direito de viver.


Livros 
que possuem como tema central ou pano de fundo a Segunda Guerra Mundial sempre me atraem, não pela tristeza já que isso contém em todos, mas porque aos poucos os autores vão nos ensinando sobre o tema histórico e sobre amor, piedade e bondade, coisas que andam em falta na humanidade em geral.

Quando solicitei A febre do amanhecer em parceria com o blog Quem lê, sabe porquê, não esperava uma história tão magnífica e tocante, com um tema tão pesado, então tive uma surpresa muito gostosa e quero compartilhar com vocês.

"O destino às vezes é generoso com os resistentes."

Miklos é um jovem Húngaro de 25 anos que acabou de sair da Guerra, ele esta sendo levado para uma base militar na Suécia onde será tratado junto com outros homens, jornalista e poeta, a experiência na sua profissão foi curta, pois logo ele estava sendo convocado para a guerra e toda sua vida estava sendo deixada de lado. Mas apesar das torturas e de toda a dor e sofrimento, o jovem Miklos nunca deixou de sonhar e escrever, mesmo que em pensamentos, seus poemas estavam sendo criados e guardados a sete chaves.

Quando Miklos chega na Suécia, recebe a notícia de que sua saúde esta muito mais abalada do que imaginava, seus pulmões estão tomados pela tuberculose, e numa época e local onde remédios e tratamentos eram escassos, o rapaz descobre que sua permanência na terra, não durará mais que 6 meses. E é nesse momento que nosso protagonista resolve tomar uma atitude inusitada, ele não deseja morrer sozinho, como todo poeta ele deseja um amor, mesmo que por pouco tempo, e assim Miklos começa sua missão de mandar cartas para 117 jovens Húngaras também adoentadas na esperança de encontrar seu amor.

Em outra parte da Suécia, a jovem Lili recebe a carta a de Miklos, ela esta adoentada e depois de ser torturada e afastada de sua família, nada mais faz sentido, mas ainda sim ela se vê tentada a responder aquele rapaz que mesmo desconhecido, se mostrou tão simpático. E assim se inicia uma amizade a distância que se transformará em amor e força.

O livro é narrado em terceira pessoa, mas ao contrário de tudo que estamos acostumados, nessa obra o filho narra a história dos pais ao leitor, através de km de distância e uma nuvem de tristeza e dor, Lili e Miklos encontrarão amor e força, não nos braços um do outro, mas nas palavras. Sentimentos como fé, força, amor e até inveja são repassados nas linhas dessa obra, nem tudo são flores, e aqui descobrimos que em 1945 nem tudo foi só guerra.


"Vinte cinco anos e tanta, tanta coisa ruim. Eu não tenho como me lembrar de uma bela vida familiar harmoniosa: não faz parte de minha história. Talvez seja por isso que eu procure por uma tão desesperadamente..."

O livro é curto porém o sentimento é longo, durante a leitura senti saudades, saudade da caligrafia, da época em que as pessoas conheciam as letras umas das outras. E tomada por esse sentimento de nostalgia me vi encantada e sonhando em cometer o mesmo disparate, escrever cartas, mandá-las a desconhecidos na esperança de ser respondida e assim conhecer pessoas, me comunicar com quem nunca vi de uma forma única, compartilhar segredos e transmitir conselhos de forma escrita, ser a companhia de pessoas solitárias, a saúde para pessoas doentes. O livro é mágico, a história, um romance diferenciado, que acolhe a segunda guerra mundial como plano de fundo e mostra que o amor pode aparecer e nascer de várias maneiras, até no terreno mais inóspito, o terreno onde mesmo com terras mortas o amor pode florescer e apresentar lindas pétalas repletas de história.


Super indico a obra para românticos de plantão, o livro sensível, com uma escrita leve e uma leitura curta, apesar de conter mais de 200 páginas, a leitura transcorre de tal forma que a sensação é de que foram apenas 50.

A edição da Companhia esta linda, o material da capa é áspero e se diferencia daquilo que estamos acostumados, figuras de selos, carimbos postais e trechos de cartas em sueco representam bem o tema do livro, diagramação simples, deixando espaço para que as palavras mostrem a grandeza e riqueza da obra.











[Resenha] A Química que há enntre Nós - Krystal Sutherland

24 abril 2017

Título: A química que há entre nós
Gênero: YA | Romance | 
Autora: Krystal Sutherland 
Editora: Globo Alt 
Páginas: 272
Ano: 217

Sinopse:

Grace Town é esquisita. E não é apenas por suas roupas masculinas, seu desleixo e a bengala que usa para andar. Ela também age de modo estranho: não quer se enturmar com ninguém e faz perguntas nada comuns.

Mas, por algum motivo inexplicável, Henry Page gosta muito dela. E cada vez mais ele quer estar por perto e viver esse sentimento que não sabe definir. Só que quanto mais próximos eles ficam, mais os segredos de Grace parecem obscuros.

Mesmo que pareça um romance fadado ao fracasso, Henry insiste em mergulhar nesse universo misterioso, do qual nunca poderia sair o mesmo. Com o tempo, fica claro para ele que o amor é uma grande confusão, mas uma confusão que ele quer desesperadamente viver. 




E 
então ele chegou, lindo e formoso em uma embalagem cheia de amor, como todas as que vem da Globo Alt, e apesar da capa linda e do nome sugestivo eu não imaginava seu conteúdo. Mas foi amor a primeira vista, então me joguei de cabeça nessa aventura, e no final? Virei a última página sem um pedaço da minha alma.

"Às vezes você não sabe que as coisas serão extraordinárias até que elas são."

[Lançamento Editorial] Coerência Abril

23 abril 2017

 Pessoal!!
Hoje trago as novidades da nossa parceira Editora Coerência, vem conferir as lindezas que saíram esse Mês!!!


Um conto de fadas moderno…Letícia sempre foi considerada o “patinho feio” de Juriti — uma das cidades mais populosas do interior de São Paulo. Mas os inúmeros episódios de bullying, sofridos na adolescência, só a tornaram mais forte e determinada a vencer a pobreza e a realizar o sonho de ser pediatra.No entanto, aos 23 anos, ela vê seus planos se estilhaçarem quando sua irmã, com quem era muito unida, morre e, logo em seguida, Letícia é demitida da empresa na qual trabalhou por cinco anos.A única chance de recuperar seus sonhos será aceitando um trabalho na casa do prefeito da cidade, Ademar Castro Lopes. O problema é que Tomaz Castro Lopes, o herdeiro político de Ademar, também mora ali e nem imagina que a garota é secretamente apaixonada por ele há anos.Novas experiências e acontecimentos inesperados poderão mudar a vida de Letícia para sempre. Porém, ela não estará sozinha nessa jornada: terá a companhia da estrela mais brilhante do céu.

Onde Comprar | Skoob  | Facebook 





Final do século XIX. Enquanto o mundo passa por transformações importantes, existe uma vila inóspita, que vive à margem da civilização e que tem as suas próprias e estranhas leis.Lendas escuras a rondam e histórias macabras sobre Ponta Poente povoam o imaginário popular.Quando o padre Alfonso Anes, um exemplo vivo de amor e resignação, chega à vila para substituir o seu antecessor, depara-se com segredos que o farão duvidar da própria sanidade, e uma onda de mortes trará o caos para aquele lugar ermo.Quem estará a salvo? Serão estes segredos o fim de quem os esconde? O que esse universo tenebroso revelará para o mundo?Um suspense sinistro, que envolverá completamente o leitor e o levará a compartilhar dos segredos da Vila dos Pecados.

Onde Comprar | Skoob | Facebook 






Alícia é uma jovem de 18 anos, solteira, cheia de planos, sonhos e imensamente apegada à sua família, mas que desde nova enfrentou diversos obstáculos na vida, começando pela separação de seus pais, após isso sofreu bullyinng no colégio ao enfrentar um processo de enfermidade, necessitando de um tratamento que transformou a sua vida e mudou muitas coisas ao seu redor, principalmente sua essência interior. Ela relata suas aventuras com amigos e primos. Além do mais, um mar de reflexão irá se abrir em sua mente, após se aprofundar nas aventuras amorosas e de uma amizade que significam muito para ela e que trouxeram decepções dolorosas, mas também que traz uma experiência de tirar o fôlego e de inspirar quem já sofreu por um "amor". Sofreu bastante para tornar quem se tornou, mas acredita que toda a dor foi especial, pois ela acreditava que a dor era uma contribuição para o seu amadurecimento pessoal e que a dor não é ruim, mas que ela nos torna melhores do que possamos ser e nos fazer enxergar a vida de uma maneira extraordinária, pois a dor é a inspiração para amar os bons momentos e ultrapassar os momentos ruins de cabeça erguida acreditando em dias melhores, sempre. E foi assim que ela encontrou a sua própria felicidade, na dor e sofrimento.

Onde Comprar | Skoob | Facebook | Site da Autora 

[Resenha] O Ladrão de Pecados - Jean Ávila

22 abril 2017

Titulo: O Ladrão de Pecados
Gênero: Romance

Autor: Jean Ávila
Editora: Ella Editorial
Páginas: 190
Ano: 2016



Sinopse:
Jeremy é um garoto que se descobre com esquizofrenia ainda na adolescência. Faz parte da geração dos problemas na escola, dos conflitos em casa, das rebeldias contra o sistema, que nos acolhe e nos aprisiona rumo à normalidade.
Quem de nós não se enquadra em tal realidade? Quem de nós questiona se ela realmente existe?
A realidade é o bater de duas asas feridas. Voe caro amigo, voe em trajetória errante rumo ao sol. Ao leitor dessas cartas, que folheia livros em busca de não saber dos outros. Procure em ti, enterrado no peito, em leito de morte, em lápide e epitáfio: a verdade.



Olá 
Pessoal, tudo bem?
Depois de um tempo sem ler livros de nossos parceiros, hoje trago para vocês a resenha do livro que recebemos da Editora Ella, o Ladrão de Pecados, um livro com uma dinâmica de escrita diferente das que estou acostumada, no começo do livro fiquei meio confusa com a história, mas no desenrolar pude entender a intenção do autor e entender a mensagem que ele queria passar.



"Tenho asco por gente cansada, gente que ignora o presente, enxerga somente o futuro, prefere descanso ao caos de uma noite mal dormida. Tenho preguiça dos preguiçosos, bocejo ao ouvir um discurso de autoajuda. Porque eu pagaria para que mentissem para mim? Por que eu desejaria terminar meus dias sem cicatrizes ou historias?"


Jeremy, um adolescente revoltado com a vida e com as pessoas, é considerado como o garoto problemático da escola, e sofre com alguns preconceitos. Ele sempre sofreu com o tratamento que recebia de sua mãe, que não aceitava a doença de seu próprio filho, e se sentia uma babá tendo que controlar ele. Jeremy sofre de esquizofrenia, uma doença complicada tanto para os pacientes quanto para aqueles que estão ao seu redor, pessoas com esquizofrenia sofrem muito preconceito.


" O dia que eu souber exatamente o que anseio e onde quero chegar será o dia em que não mais valerá a pena acordar."

Jeremy, quer ser como todos os garotos de sua idade, e quando conhece Atena sente-se apaixonado, mas conforme os dias vão passando, ele percebe que Atena só o tem como amigo, e isso deixa ele transtornado. Quando Atena fala para ele que vai encontrar um pretendente, Jeremy decide persegui-la e estraga tudo .. até a possível amizade que os dois tinham. 

" O amor é um sentimento ambíguo Jeremy - comentou. As pessoas se forçam a enxergar apenas o lado bom, feito a lua que nunca nos mostra seu lado escuto. Há sentimentos muito mais puros que o amor, mas nós os colocamos em segundo plano."


O livro retrata momentos marcantes da vida de Jeremy, aqueles que fizeram com que ele se sentisse a pior pessoa do mundo, e aqueles que faziam com que ele sentisse vontade de continuar vivendo, de seguir sua vida e ter momentos melhores. Em sua adolescência teve uma amizade com a professora Vera, que sempre insistia em fazer companhia a ele, apesar dele sempre parecer resistente referente a esse contato. Quando o rapaz fez 25 anos eles se encontraram, e ela deu-lhe uma bonita lição de vida.. pois já com a idade avançada, pediu para que Jeremy vivesse sua juventude, pois é nossa melhor fase da vida .. fase de descobertas. 

"A juventude é tudo que temos, por isso será valiosa quando perdê-la ... Viva um pouco mais, Jeremy, não deixe que os planos substituam os minutos."

Acredito que o objetivo de Jean Ávila ao escrever esse livro, era demonstrar aos leitores como a vida é curta e passageira, e que nada e nenhuma doença ou problema possa fazer com que ela estacione ou pare. Dessa forma temos que viver o hoje como se fosse o último dia.. E não devemos colocar nossas dificuldades na frente de tudo .. pois, temos que acreditar que os obstáculos só servem para nos deixar mais fortes. 

Confesso que de inicio eu não estava gostando da leitura, pois estava me sentindo perdida na vida de Jeremy, mas no decorrer do livro me senti apegada a obra e ansiosa para descobrir o fim.



[Resenha] Por Lugares Incríveis - Jennifer Niven

20 abril 2017

Título: Por Lugares Incríveis
Gênero: YA | Drama 
Autora: Jannifer Niven
Editora: Seguinte
Páginas: 336
Ano: 2015



Sinopse:
Violet Markey tinha uma vida perfeita, mas todos os seus planos deixam de fazer sentido quando ela e a irmã sofrem um acidente de carro e apenas Violet sobrevive. Sentindo-se culpada pelo que aconteceu, Violet se afasta de todos e tenta descobrir como seguir em frente. Theodore Finch é o esquisito da escola, perseguido pelos valentões e obrigado a lidar com longos períodos de depressão, o pai violento e a apatia do resto da família.
Enquanto Violet conta os dias para o fim das aulas, quando poderá ir embora da cidadezinha onde mora, Finch pesquisa diferentes métodos de suicídio e imagina se conseguiria levar algum deles adiante. Em uma dessas tentativas, ele vai parar no alto da torre da escola e, para sua surpresa, encontra Violet, também prestes a pular. Um ajuda o outro a sair dali, e essa dupla improvável se une para fazer um trabalho de geografia: visitar os lugares incríveis do estado onde moram. Nessas andanças, Finch encontra em Violet alguém com quem finalmente pode ser ele mesmo, e a garota para de contar os dias e passa a vivê-los.


Antes 
de começar essa leitura estava morrendo de medo, vi tanta gente falando que chorou litros que fiquei com receio de ter uma desidratação, já que sou uma manteiga derretida, mas eu sobrevivi, e agora vou apresentar pra vocês esse casal que realmente me marcou.


"Talvez o esperado fosse dizer vida, já que acabei de despertar, mas é exatamente quando estou desperto que penso em morrer."


[Resenha] Os Sombras #13 - J. R. Ward

19 abril 2017

Título: Os Sombras - Livro 13
Série: Irmandade da Adaga Negra #13
Gênero: Fantasia | Romance | Erótico 
Autora: J.R. Ward 
Editora: Universo dos Livros
Páginas: 638
Ano: 2015


Sinopse:
Dois irmãos, ligados por algo maior que o laço de sangue, lutam para evitar um destino brutal. Trez "Latimer" não existe de fato. E não só porque essa identidade foi criada para que o Sombra pudesse viver no mundo humano. Trez fugiu de sua prisão no palácio dos Sombras há anos, e agora vive em Caldwell como cafetão, sempre tentando evitar seu fatal destino como escravo sexual da rainha. Ele nunca teve em quem confiar de verdade... a não ser no irmão, iAm.

O único objetivo de iAm sempre foi impedir que o irmão de autodestruísse, e ele sabe que fracassou nisso. Só depois que Selena, uma Escolhida, entra na vida de Trez, é que o macho começa a dar a volta por cima; porém, é tarde demais. Chegou a hora de cumprir a profecia de se compromissar com a filha da rainha, e Trez não poderá fugir ou se esconder, e não há como negociar.

Encurralado entre o desejo de seu coração e um destino que nunca aceitou, Trez deve decidir se põe a si mesmo e aos outros em perigo, ou se esquece para sempre a fêmea amada. Após uma tragédia inimaginável, da beira do seu abismo emocional, Trez precisará encontrar um motivo para continuar ou se arriscará a perder tudo, inclusive a alma. Será que iAm, em nome do amor fraterno, aceitará realizar um derradeiro sacrifico em lugar do irmão?



Olá
Pessoal!!!
E minha alma rebelde continua solta, por mais que tenha alguns livros obrigatórios por aqui, estou conseguindo conciliar com as minhas leituras particulares, e sendo assim, consegui colocar mais uma leitura em dia, hoje vamos falar dos gêmeos Os Sombras...

[Resenha] O Rei #12 - J. R. Ward

16 abril 2017

Título: O Rei - Livro 12
Série: Irmandade da Adaga Negra #12
Gênero: Fantasia | Romance | Ficção | Erótico
Autora: J. R. Ward
Editora: Universo dos Livros 
Páginas: 624
Ano: 2014



Sinopse:
Nas sombras da noite em Caldwell, Nova York, desenrola-se uma furiosa guerra entre vampiros e seus assassinos. Há uma Irmandade secreta, sem igual, formada por guerreiros vampiros defensores de sua raça.
Depois de recusar seu trono por séculos, Wrath finalmente assumiu o manto de seu pai – com a ajuda de sua amada companheira. Mas a coroa pesa fortemente em sua cabeça. Enquanto a guerra com a Sociedade Redutora continua, e a ameaça vinda do Bando de Bastardos está prestes a acontecer, Wrath é forçado a fazer escolhas que colocam em risco tudo e a todos.
Beth Randall pensou que sabia em que estava se metendo quando ela se relacionou com o último vampiro puro-sangue no planeta: não seria nada fácil. Mas quando ela decide ter um filho, percebe que não está preparada para a resposta de Wrath – ou o afastamento que essa decisão criaria entre eles.A questão é: o amor verdadeiro vencerá... ou será derrotado pelo passado sombrio?



Olá
pessoal!!

E depois que resolvi impor minha liberdade literária em prática, comecei aos poucos a colocar meus livrinhos amados em dia, compras de Black Friday passadas ou como no caso de O Rei, mais um dos presentes lindos que ganhei do meu noivo amado que sabe como me agradar, então hoje é dia de falar de Wrath, vem comigo!

Real Time Web Analytics